quinta-feira, 23 de julho de 2015

sábado, 18 de outubro de 2014

NA HORA DA PARTIDA

Fez no dia 11 de Outubro 47 anos da nossa partida para Angola. Fomos e voltámos camaradas!


quinta-feira, 15 de maio de 2014

MAIS UM CAMARADA

Por acaso, por mero acaso, apareceu num dos meus blogues um comentário de um camarada de armas, o antigo Sargento Vicente dias da CCS do BART 1924, hoje Major reformado. Temos boas recordações deste companheiro de terras de Angola. Esperamos que apareça num dos próximos almoços da companhia CCs.

domingo, 9 de fevereiro de 2014

CENTRO DE INSTRUÇÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS



O Centro de Tropas de Operações Especiais (CTOE) MHTEMHA (antigo Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOE) até 2006), sediado na Cidade de Lamego, é uma unidade territorial do Exército Português destinada a formar tropas na área das Operações Não Convencionais. Contêm uma unidade operacional chamada Força de Operações Especiais (FOE), com um tamanho de duas companhias, que são popularmente chamados de Rangers, pois o primeiro instructor do CTOE tinha tirado o curso de Ranger nos EUA. Algumas das suas missões são por exemplo: confronto de alvos de grande importância; destruição de defesas aéreas e terrestres inimigas, Resgate e Salvamento em Combate (CSAR), patrulhas em território inimigo, etc. A unidade pode ser infiltrada através de barco, helicoptero, paraquedas ou mesmo a pé.
O CTOE engloba como sua sub-unidade operacional, a Força de Operações Especiais (FOpEsp), composta por elementos de operações especiais especializados em ações diretas e indiretas.
O CIOE foi criado em 16 de Abril de 1960, a partir do Regimento de Infantaria Nº 9 - que havia sido transferido para Lamego em 1839 - com o objectivo de formar unidades especializadas em contra-guerrilha, operações psicológicas e montanhismo. Para lá são enviadas companhias especialmente seleccionadas de vários regimentos que, depois de instruídas, são transformadas em Companhias de Caçadores Especiais. Essas companhias foram a principal força de intervenção do Exército Português no início da Guerra do Ultramar.
Mais tarde foi decidido deixar de formar unidades especializadas em operações especiais e passar a dar essa instrução a militares especialistas, que depois são distribuidos por todos os batalhões do exército.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

LAMEGO

Eu estive aqui durante dois meses antes da partida para Angola. Centro de operações especiais para comandos e rangers.


sábado, 5 de outubro de 2013